"Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. O professor assim não morre jamais..."

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Exercícios Seqüências e Progressões

1. Considere a sucessão dos infinitos múltiplos positivos de 4, escritos do seguinte modo: 4 8 1 2 1 6 2 0 2 4 2 8 3 2 3 6 4 0 4 4 4 8 . . .
Nessa sucessão, a 168a posição deve ser ocupada pelo algarismo
(A) 6.               (B) 4.               (C) 2.               (D) 1.               (E) 0.

2. Na seqüência seguinte, o número que aparece entre parênteses é obtido segundo uma lei de formação. 65(20)13 – 96(16)24 – 39(52)3 – 336( ? )48
Segundo essa lei, o número que substitui corretamente o ponto de interrogação é
(A) 18              (B) 24              (C) 28              (D) 32              (E) 36

3.  Uma seqüência de números é formada da seguinte maneira: o primeiro termo é igual a 1, isto é, a1 = 1. Qualquer elemento da seqüência é encontrado pelo termo geral, an = an-1 + n, n 2. O sexto termo dessa seqüência é igual a:
a) 10                b) 21                c) 23                d) 25                e) 27

4. Certo digitador, trabalhando sem interrupções, consegue dar 2.400 toques na primeira hora de trabalho do dia, 1.200, na segunda hora, 600, na terceira, e assim sucessivamente. O tempo mínimo necessário para que ele cumpra um trabalho que exija 4.725 toques é
a) impossível de ser determinado           b) 5 h   c) 5 h e 10 min     d) 5 h e 30 min          e) 6 h.

5. Imagine os números inteiros de 1 a 6.000, escritos na disposição que se vê abaixo:
        1ª coluna
1ª linha             1          2          3          4          5          6
   →
7          8          9          10        11        12
...         ...         ...         ...         ...         ...
Qual é o número escrito na 5ª coluna da 243ª linha?
a) 961              b) 1059             c) 1451             d) 1457 e) 3151

6. As idades de Bruno, Magno e André estão, nesta ordem, em progressão aritmética. Sabendo-se que Bruno tem 19 anos e André 53 anos, a idade de Magno é:
a) 14                b) 27                c) 30                d) 33                e) 36

7. As idades de três irmãos estão, nesta ordem, em progressão aritmética. Sabendo-se que o mais jovem tem 21 anos e o mais velho 55 anos, a idade do irmão do meio é:
a) 16                b) 29                c) 32                d) 35                e) 38


Gabarito
1. A     2. C     3. B      4.E       5.D      6.E       7.E

Um comentário:

  1. cade a resolução??????????????????????????????????

    ResponderExcluir